Gladir Basso participará de seminário e plenária da UGT


Nos próximos dias 26 e 27 de abril (quinta e sexta-feiras), em São Paulo, a UGT (União Geral dos Trabalhadores) realiza o Seminário A Quarta Revolução Industrial, seus Impactos no Mundo do Trabalho e a Construção de uma Nova Sociabilidade Baseada na Agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Gladir Basso, presidente do Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região e da Federação da classe do Paraná, e diretor nacional da UGT, vai participar deste evento.

Gladir Basso, diretor nacional da UGT (foto)

Entre os temas em pauta neste seminário, destacam-se: Os Desafios Políticos, Econômicos e Sociais do Brasil e do Mundo; A Conjuntura Internacional: a Crise da Globalização, Protecionismo e a Ascensão do Nacionalismo; A Conjuntura Brasileira: a Crise Política, Econômica e Social, as Perspectivas do Cenário Eleitoral de 2018 e o Papel do Movimento Sindical; O Difícil Ajuste da Economia Brasileira: a Crise Fiscal do Estado, a Deterioração dos Serviços Públicos e o Aumento das Desigualdades Sociais.

E mais: A Quarta Revolução Industrial e seus Impactos na Produção, nas Relações Trabalhistas e na Sociedade: As Características da 4ª Revolução Industrial e Seus Impactos Socioeconômicos:
O Avanço da Robótica, da Internet das Coisas e da Inteligência Artificial sobre o Processo de Trabalho;
A Quarta Revolução Industrial e as Relações Trabalhistas: Os Desafios para a Organização dos Trabalhadores;
Como Estruturar a Ação Sindical numa Conjuntura de Extinção de Empregos e Fragmentação da Classe Trabalhadora;
Como  o Movimento Sindical Deve Atuar Frente à Nova Legislação Trabalhista;
Desafios Comportamentais, Econômicos e Sociais da Longevidade;
Quais as Bases de um Projeto de Desenvolvimento Sustentável nessa Nova Realidade Tecnológica; Debate com os presidenciáveis (individualmente).

PLENÁRIA
Antes do seminário, nos dias 24 e 25 (terça e quarta-feiras), também em São Paulo, Gladir Basso participará de 27ª Reunião Plenária da Executiva Nacional da UGT. Esta plenária vai discutir a conjuntura sindical após a reforma trabalhista; ratificar remanejamento para os cargos, decorrentes de vacância de membros da executiva nacional da UGT; e a participação dos membros da Executiva Nacional da UGT. (Foto: Divulgação)




COMPARTILHAR