Senadores poderão ir ao Chile para conhecer sistema de capitalização


O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), senador Paulo Paim (PT-RS), apresentou requerimento para que um grupo de senadores vá ao Chile conhecer melhor a situação previdenciária daquele país. O Chile foi o primeiro país a migrar, em 1981, do sistema de Previdência pública para o de capitalização.

A reforma da Previdência (PEC 6/19), em discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, tem em seu escopo a substituição do atual sistema de repartição simples para o de capitalização.

O sistema de repartição simples consiste em regime de financiamento de Seguridade em que não há formação de reservas, de modo que os atuais trabalhadores contribuem para as aposentadorias e demais benefícios previdenciários e assistenciais.

No regime de capitalização individual, cada trabalhador contribui mensalmente para sua aposentadoria numa conta separada dos outros trabalhadores, como se fosse uma poupança. (Fonte: Diap)


COMPARTILHAR