Sindicato de Maringá protesta contra Bradesco pelo fim de metas abusivas e melhorias em plano de saúde


O Sindicato dos Bancários de Maringá e Região realiza nesta terça-feira, 29/05, protesto contra o Banco Bradesco em decorrência de diversas situações que prejudicam os seus funcionários, bem como compromete o atendimento a toda a população.

O banco Bradesco registrou lucro de quase R$ 4 bilhões e meio no 1º trimestre deste ano, alta de 10%. Mesmo assim, continua pressionando seus funcionários para o cumprimento de metas abusivas, cada vez mais inatingíveis. Outro método de pressão utilizado pelo banco é o assédio, que tem se intensificado.

Além disso, queremos a extensão do plano de saúde do banco para bancários aposentados e desligados, a exemplo do que já ocorre em outras instituições bancárias.

 Este protesto é ainda em favor da contratação de mais pessoas com deficiência, atendendo a exigência legal, uma vez que este banco não cumpre a cota determinada pela legislação em vigor.

 O Sindicato defende também melhorias no plano de saúde para os funcionários do banco Bradesco, com a contratação de mais médicos para a rede credenciada. Exigimos também o fim do descredenciamento de cônjuges do plano de saúde. Garantir a saúde dos trabalhadores é mais que um direito.

 Por tudo isso, pedimos o apoio dos bancários e da sociedade para este ato, que visa garantir direitos dos trabalhadores bancários e melhorar o atendimento do Banco Bradesco para com toda a população. (Fonte: Seeb Maringá)


COMPARTILHAR