Empresa de Curitiba reduz jornada de trabalho para quatro dias por semana sem reduzir salários


Salários são mantidos e folga pode aumentar a produtividade da equipe (Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa/Saara)

Já pensou em um final de semana de 3 dias? Emendar a segunda ou a sexta-feira é o sonho de muito trabalhador. Após um período de home office, acelerado pela pandemia, muitas empresas estão repensando a forma de trabalhar.

O movimento é universal. No Reino Unido, cerca de 30 empresas vão participar de uma pesquisa que propõe a semana de trabalho de 4 dias. Por lá, os testes começam em junho e devem durar pelo menos seis meses. O objetivo é monitorar mudanças na produtividade e na satisfação dos funcionários.

Aqui no Brasil, algumas empresas também já resolveram aderir a semana de trabalho de 4 dias. Em Curitiba, a agência de marketing digital Saara está testando a nova jornada de trabalho há duas semanas. A equipe formada por 8 pessoas foi dividida em 2 times que se revezam com folgas às segundas e às sextas-feiras. “O primeiro mês é de teste, mas todos estão se saindo bem com muito planejamento para que o cliente continue tendo total atendimento e suporte”, explica o CEO Jeferson Delara que comanda a agência há 10 anos.

A designer júnior Letícia Grein conta que, primeiramente, ficou surpresa com a novidade. “É o tipo de coisa que parece distante, que apenas empresas estrangeiras fariam”, comenta. Ela considera a ideia muito boa, percebe que o trabalho em conjunto pode dar cada vez mais certo. “Pessoalmente, não fazia ideia de como esse tempo me fazia falta. Sinto que voltamos mais determinados para a agência”, completa Letícia.


A expectativa do CEO da Saara é que a equipe fique ainda mais entrosada e a produtividade aumente. “Sentimos que todos ficam mais focados e comprometidos com os prazos para poder desfrutar da (merecida) folga”, diz Delara. (Fonte: Bem Paraná)

Notícias Feeb Pr


COMPARTILHAR