Após reunião, Bradesco anuncia medidas contra coronavírus


Principal medida coloca funcionários de gestantes, grupos de risco, estagiários e menores aprendizes em isolamento em casa, para reduzir o contágio (Por William De Lucca) -

O Bradesco anunciou na manhã desta terça-feira (17), um dia depois de ouvir as demandas dos trabalhadores em uma reunião do movimento sindical com a Fenaban, várias medidas para conter o avanço da pandemia do coronavírus. A principal delas é afastar imediatamente do trabalho, em departamentos e agências, os funcionários mais vulneráveis.

Já a partir das 12h desta terça, todos os trabalhadores que estão no grupo de risco da doença devem permanecer isolados em casa por 15 dias, e os bancários que tiverem celular corporativo devem levá-lo para casa. Estão no grupo de risco, bancários com mais de 60 anos, transplantados, pessoas em tratamento de câncer, e outras com doenças crônicas. O banco incluiu, a pedido do movimento sindical, mulheres grávidas no grupo de pessoas vulneráveis, e estas também devem se isolar. O Bradesco também adotará a medida para estagiários e menores aprendizes.

A orientação do banco é para que os trabalhadores portadores de doenças crônicas comuniquem imediatamente sobre o afastamento através do Ligue Viva Bem (0800 701-1212).

De qualquer forma, o Bradesco atendeu com rapidez o pleito levado pelos bancários e isso certamente irá colaborar para evitar o lastramento do vírus na categoria e na cidade. (Fonte: Com Seeb SP)


COMPARTILHAR