Contec discute com o Banco do Brasil o retorno ao trabalho presencial


Em reunião realizada na tarde de sexta-feira (10), a Comissão Nacional de Negociação da Contec debateu com a representação do Banco do Brasil, a questão relativa ao comunicado efetuado pelo Banco, a respeito do retorno de todos os funcionários ao trabalho presencial, incluindo os autodeclarados do grupo de risco.

Após as apresentações dos dirigentes sindicais, representantes das Gepes de todo o País e dos negociadores do Banco, a gerente executiva Karine Etchepare Wernz informou que após reuniões internas, o Banco decidiu que todos os funcionários que ainda estavam em trabalho remoto, deveriam se apresentar em seus postos de trabalho, à exceção das funcionárias grávidas; dos imunossuprimidos (pessoas que respondem com menos eficiência às vacinas); daqueles que continuam em tratamento contra câncer; dos deficientes auditivos (devido à dificuldade de comunicação pelo uso de máscaras) e quem não se vacinou por indicação médica. Quem se enquadra em alguma dessas cinco condições permanecerá em home office no Banco do Brasil.

Mas, atenção: todo aquele que se enquadrar nas exceções acima citadas, deverá encaminhar laudo médico comprovando a condição e indicando afastamento do trabalho presencial aos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt), localizados nas Gerências Regionais de Gestão de Pessoas.

Os demais casos com indicação médica de afastamento das atividades presenciais também devem ser encaminhados ao Sesmt para avaliação.
A representação do Banco destacou que não serão mais aceitas autodeclarações. O laudo médico é obrigatório.

Com relação aos funcionários que por vontade própria, se esquivaram de tomar a vacina, o Banco aguarda posicionamento de outros órgãos, pois não pretende tomar decisão isolada, com relação a esse grupo de funcionários.

Tomando a palavra, o coordenador da Mesa da Contec esclareceu à representação do Banco do Brasil, que a razão da solicitação da presente reunião, se prendeu ao fato de o Banco ter enviado comunicados aos seus gestores, no sentido de chamarem o pessoal que estava em home office, para se apresentarem aos seus postos de trabalho, sem qualquer comunicado ou conversa com a representação sindical, que ao invés de informar aos bancários a nova decisão do Banco, foi informada por estes.

Diversos dirigentes sindicais explanaram suas posições e insatisfações com a atitude do Banco do Brasil, propondo inclusive alterações e considerações por parte da Empresa, no tocante a diversos funcionários que têm condição diferenciada, como por exemplo, as mães que ainda estão amamentando seus filhos, asmáticos e tantos outros, que mereciam um tratamento diferenciado.

Entretanto, a representação patronal não mudou sua decisão de limitar a permanência em home office apenas daqueles funcionários que se enquadrem nas situações informadas pelo Banco.

Com o objetivo de proteger a saúde dos funcionários no retorno ao trabalho presencial e para que tudo ocorra da maneira mais segura, tranquila e transparente, os representantes da Contec, ressaltaram ao Banco, que continuarão acompanhando de perto a transição, denunciando quaisquer situações que possam representar risco aos seus representados.

Os dirigentes da Contec também destacaram a importância dos cuidados como uso obrigatório de máscaras, manutenção do distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde, higienização do local de trabalho e todas as recomendações constantes no Manual do Trabalho Presencial.

Representaram a Contec nessa reunião, o coordenador da Comissão, Gilberto Antonio Vieira e os seguintes dirigentes: Carlos Souza, Dejair Besson e Rogério Marques da Silva (Feeb-SP/MS), Marcelo Pizzo (Feeb-MG/GO/TO/DF), João Haroldo Ruiz Martins, Antonio Ribas Maciel Júnior, Luana Narinatsu da Silva, Odilon Carlos de Oliveira, Vanderlan Polsaque e Carlos Kravicz (Feeb-PR), Luiz Francisco Cardoso, João Barbosa e Michael da Silva (Feeb-SC), Ivanilson Batista Luz e Ruy Ferreira Ramos (Feeb-GO/TO), Valderlan Galindo Ramos (FeeB-AL/PE/RN) e Arimarcel Padilha (FeeB/PB).

O Banco do Brasil foi representado por sua gerente executiva Karine Etchepare Wernz e pelo gerente de Soluções Paulo, César Neto. (Fonte: com Contec)

Notícias Feeb Pr


COMPARTILHAR